vai-tomar-dormindo:

Guilherme Aparecido Dantas (Mc Guime)


Boy do Charmes - Nois de Nave part. Dj Marlboro



O funkeiro paulista MC Guimê tem 19 anos e um canal no YouTube com mais de 19 milhões de views. Seu último clipe, “Plaque de 100” (veja acima), teve mais de 2 milhões de visualizações em três semanas. Se seguir o ritmo frenético de seu hit “Tá patrão”  (mais de 11 milhões), que foi parar na MTV, não vai demorar para Guimê emplacar o novo vídeo na emissora, tradicionalmente avessa ao funk. E o mesmo deve acontecer com uma música que ele finaliza em parceria com o rapper Emicida.

— O Emicida sempre me deu uma força e, junto com o empresário, mostrou “Tá patrão” para a MTV. Fiquei muito feliz, pois nunca tinha visto clipe de funk por lá. É bom saber que estamos conquistando uma galera diferente — comemora Guimê. — Assim que ele voltar da Europa, vamos terminar a nova música, que mistura o meu funk com o rap dele.

O funk é um som típico das favelas cariocas, mas está cada vez mais popular em São Paulo, de onde já surgem talentos como Guimê. O MC, aliás, já misturou seu batidão com o samba, na música “Lar doce lar (favela)” , com participação da bateria da Império de Casa Verde. Mas os funkeiros de Sampa ainda não são muito bem aceitos na Cidade Maravilhosa. A única apresentação que Guimê fez no Rio até hoje foi durante um show do Mr. Catra na Via Show, casa noturna na Via Dutra.

— O Catra já foi da mesma produtora que eu. Sempre nos encontramos em shows e, uma vez, fiquei no mesmo hotel que ele, que me convidou para fazer uma participação num show dele. Há uma certa barreira ao funk paulista no Rio, mas muita gente no Twitter pede pra gente ir praí — garante o funkeiro, que tem mais de 120 mil seguidores no microblog.

De acordo com o produtor Alexandre Stocco, que já trabalhou com Latino, não faltam convites de casas cariocas. Mas, segundo ele, os contratantes desistem quando se fala em dinheiro. Por noite, Guimê fatura de R$ 25 a 30 mil, diz Stocco. São cerca de três ou quatro shows por noite, de terça a domingo, com média de 60 a 70 por mês. A agenda inclui cidades como Porto Alegre, Florianópolis, Ponta Grossa, Curitiba, Belo Horizonte, além do interior paulista.

Isso já foi o suficente para o moleque de classe média baixa de Osasco, na Grande São Paulo, comprar um apartamento, dois carros e uma moto, além de ajudar o pai com a compra de uma casa em Sorocaba. Seus veículos são alguns da suntuosa frota exibida em seus clipes, cujas letras ostentam a riqueza como forma de seduzir mulheres gostosas, na linha P.I.M.P.

Filho de um ajudante de eletricista, Guimê chegou a trabalhar numa quitanda para ajudar o pai com as despesas da casa, dos 13 aos 16, idade com que começou a cantar . Hoje, pode se dar ao luxo de realizar seus sonhos de consumo. Solteiro há dois meses, ele diz que é sossegado, mas não nega que o assédio feminino aumentou depois do sucesso.

— Estou sempre na balada e acabo pegando bastante mulher. Depois do show, sempre rola. O funk mudou minha vida 90% para melhor — diz Guimê, que em seu último clipe aparece contando notas de dinheiro com sua cara estampada. — Canto histórias do que vejo. Nas festas que faço para a classe alta, isso é uma realidade. Vejo gente contando nota de 100 no camarote. Se o baile for em comunidade, isso é apenas uma vontade.

E foi por cantar a realidade que ele chegou a flertar com outra vertente do funk carioca, a dos proibidões. Na música “Especialista em fugas”, Guimê se aproxima da linha do carioca MC Smith, que chegou a ser preso por apologia ao crime em suas letras. Católico pouco praticante, ele diz que deixou de lado essa abordagem:

— Essa foi uma das minhas primeiras músicas, na época em que estava pegando a onda do proibidão. Hoje, quase não canto mais. Sempre gostei do rap, de Racionais, de Emicida e do funk carioca, principalmente do Smith. Uso o tamborzão que vem do Rio, mas minha levada é mais grave.




PLAYLIST NOVA, COLA AI VÊ SE CURTI ~clica~


Mc Robinho da Prata - Copo de Vinho

FUNK DAS ANTIGA, MAIS DAS ANTIGA MESMO ! KK.


Só não se ilude no meu sorriso.

Mc B.O


#funksp  #mc B.O  
mafiadocontrabando asked: quem o dono desse tumblr ? (:

Ribeiro (sp/guarulhos) | Cauê(eu) (sp/capital) |AB (MG/Conselheiro Lafaiete)


HOME
NÃO GOSTA ? RESPEITE
83 84 85 86 87